domingo, 23 de maio de 2010

Qualquer semelhança (não) é mera coincidência

Belo Horizonte, às 06:46am.

É chato, é extremamente chato (pra não dizer triste) quando as coisas não tomam o rumo que gostaríamos. Hoje, mais uma vez isso aconteceu. Hoje, mais uma vez ela está triste.

Tudo começou com ela lendo o formspring de um amigo, achando um twitter interessante e ficando amiga dele. Foi uma das amizades mais rápidas que já fez na vida. Muitas coisas aconteceram a partir daí, conversas, risadas, fotos...

Em um determinado fim de semana, se conheceram. Conversavam sobre tudo, a janela no msn piscava quase que a todo instante. A conversa rendia, era tudo lindo!

Um dia, ao se preparar para ir a uma festa da faculdade, ligou a webcam para ele, que ficou estonteado. A partir daí as coisas mudaram, a conversa mudou, o jeito de se tratarem também mudou.

Certo dia, mencionou que gostava de alguém, e que esse alguém tinha passado a ser muito mais do que significante em sua vida. Ele não sabia de quem se tratava, e pediu então que mostrasse uma foto do ‘sortudo’. Foi então que enviou uma foto dele de Ray Ban®, foto essa que custou a enviar. Ele ficou abobado, completamente sem reação, porém extremamente feliz.

Desse dia em diante, tudo mudou. Ela recebia mensagens de 'bom dia' no celular, enviava algumas, se viam na webcam.... Tudo lindo, ela havia se apaixonado por um rapaz que mora a 500 quilômetros de distância. E o melhor de tudo: ele também havia se apaixonado por ela.

Conversaram sobre mudar de cidade, ela ir ficar juntinho dele, terem uma vida deles. Sentiam falta de olharem nos olhos, tocarem-se, sentir o cheiro um do outro, mas ainda assim se gostavam.

Resolveram então marcar um encontro nos dias 17 e 18 de julho deste ano. Ficou pasma com o fato de seus pais terem permitido a viagem. Tudo seguia bem, até o momento em que ele disse não ter pago o transporte até o local do evento e que não se encontrariam mais.

Das nuvens, caiu na Terra. E que tombo, viu? É quase como se estivesse correndo em primeiro lugar na Maratona de São Silvestre e de repente o muro de Berlin aparecesse em sua frente.

Foi foda. É foda.

Todos os planos para os próximos tempos foram jogados por água abaixo. Todas as palavras, os sorrisos, as mensagens, as risadas, as piadas, as brincadeiras, as briguinhas, os emoticons, as fotos, as palavras de conforto quando um dos dois não estava bem, as promessas, as declarações... Tudo se foi. Tudo foi em vão. Algo tão lindo que sequer chegou a começar e que já não existe mais. =\

- FDKS

Um comentário: